Secessão: Um Direito Universal e Fundamental

Por Jeffrey Tucker Qual é o menor país do mundo? Mônaco? Não. Malta? Muito grande. Até a Cidade do Vaticano com 770 pessoas de população parece, em perspectiva, ser grande demais. É a chamada Sealand, fundada e governada por Paddy Roy Bates, um homem notável que morreu ano passado aos 91 anos. Ele foi operador…

O lento suicídio do Império Romano – gastos crescentes, assistencialismo, privilégios e inflação

Por Lawrence W. Reed e Marc Hyden Se acontece até mesmo com poderosos impérios, por que não pode acontecer com simples nações? Muito antes de pacotes governamentais de socorro a empresas, programas assistencialistas e inflação monetária se tornarem uma rotina, os romanos já haviam vivenciado esquemas semelhantes. Há mais de 2.000 anos. Naquela época, o…

O risco moral criado pelas regulamentações

    Por Jim Goad Desde que o pacote de socorro financeiro foi aprovado, é irritante ouvir a quantidade de “especialistas” que erroneamente culpam o livre mercado pelos nossos recentes problemas econômicos e que, consequentemente, clamam por mais regulamentações. Na prática, mais regulamentações podem apenas piorar ainda mais a situação. É importante entender que reguladores…

Quanto mais liberdade econômica, mais solidariedade e caridade – na teoria e na prática

Por André Pereira Gonçalves Um dos maiores lugares-comuns que ouvimos a respeito da solidariedade é que, sem o estado — ou seja, sem uma agência coerciva que obriga as pessoas a pagarem impostos, os quais serão imediatamente gastos em prol dos mais necessitados —, e sem essa redistribuição forçada de renda comandada pelos burocratas do…

Como vivem os milionários do Bitcoin

Aqueles que ostentam sua riqueza são imediatamente vistos como pobres deslumbrados. Inventado por uma pessoa — ou por um grupo de pessoas — utilizando o pseudônimo de Satoshi Nakamoto, o Bitcoin foi lançado no dia 3 de janeiro de 2009. A ideia básica por trás do Bitcoin era a de criar, por meio de um…

Natal é capitalismo, liberdade e fraternidade

Natal é capitalismo, liberdade e fraternidade sim! Bando de estatistas! Não existe nenhuma contradição em associar o natal ao comércio/capitalismo e ao mesmo tempo exaltar sua natureza festiva, familiar, fraterna e de união, pois o capitalismo por si só já representa todos esses aspectos. Já em alguns meios, tentam nos impor uma ideia de que…

Sobre a impossibilidade do estado mínimo – uma abordagem sem juízo de valor

Por Leandro Roque No campo liberal é possível identificar quatro correntes distintas: os liberais tradicionais, os libertários, os liberais clássicos e os anarcocapitalistas. Os liberais tradicionais ainda são a maioria.  Trata-se daqueles que querem o estado cuidando de educação, saúde, segurança, justiça, forças armadas e alguma infraestrutura.  Defendem também o monopólio da moeda pelo banco…

O sistema escolar moderno prolonga a adolescência e atrasa as responsabilidades da vida adulta

Por Kerry McDonald   Solução: menos escolas compulsórias e mais sistemas de aprendizagem profissional As oficinas de aprendizes surgiram pela primeira vez no fim da Idade Média. Eram uma oportunidade para que os jovens da época, normalmente entre 10 e 15 anos de idade, adquirissem habilidades manuais e conhecimentos práticos trabalhando diretamente sob o comando…