Vamos abolir a dívida pública

Por Erick Vasconcelos Vamos tirar isso do caminho de uma vez: é hora de abolir a dívida pública. O estado deve ficar impossibilitado, plenamente proibido de emitir títulos e pegar empréstimos. Não existe qualquer justificativa para a existência da dívida pública, que essencialmente implica na contração de dívidas a serem pagas por impostos futuros pagos…

Um mercado de sabotagens

Por Ryan Calhoun No século 19 e no final do século 20, o anarquismo chegava, de várias formas, à cultura e ao pensamento popular. Isso não acontecia por causa de teorias, mas por conta de expressões imediatas da autonomia individual. Tal processo revolucionário era conhecido como ação direta. A ação direta enfatiza o direito ou o…

A educação em uma Sociedade Aberta

Por Alberto benegas Lynch [1]Don’t let your schooling interfere with your education. –Mark Twain   If you drive a car, I’ll tax the street If you try to sit, I’ll tax the seat If you get too cold, I’ll tax the heat If you take a walk, I’ll tax your feet.  – George Harrison (The…

Anarquia, crime organizado e mercado negro – alguns esclarecimentos

Por Robert P. Murphy Quando confrontado com um esboço de como uma sociedade verdadeiramente voluntária poderia funcionar, com empresas privadas ofertando serviços judiciais e de defesa, junto com educação e Big Macs, o crítico frequentemente contesta: “Tal arranjo nunca duraria no mundo real!  O crime organizado inevitavelmente iria assumir o comando, tornando-se o novo governo!”…

A gênese do estado

por Franz Oppenheimer – Trecho do livro The State Uma única força impulsiona toda vida; uma força a desenvolveu, de uma única célula, a partícula de albumina boiando sobre o quente oceano do tempo pré-histórico até os vertebrados e até, então, o homem. Essa força é a tendência de suprir as necessidades da vida, bifurcada…

Mercado para os pobres!

Por Luiz Renato Oliveira Périco É comum ouvirmos que o mercado é excludente, imoral, “selvagem”, e que a defesa do mercado é a defesa dos ricos, das grandes corporações e dos bancos. Embora seja o senso comum, isso simplesmente não corresponde aos fatos. Pensemos em duas classes de bens e serviços, uma dos que são…