Mercado para os pobres!

Por Luiz Renato Oliveira Périco É comum ouvirmos que o mercado é excludente, imoral, “selvagem”, e que a defesa do mercado é a defesa dos ricos, das grandes corporações e dos bancos. Embora seja o senso comum, isso simplesmente não corresponde aos fatos. Pensemos em duas classes de bens e serviços, uma dos que são…

O estado e o racismo

por Ron Paul (texto de 2010, logo após a eleição do presidente Barack Obama) Os recentes acontecimentos mostram que a nação permanece incrivelmente sensível a questões raciais, não obstante o progresso aparente dos últimos 40 anos. Uma nação que outrora se orgulhava de seu individualismo, tanto em termos sociais quanto econômicos, agora se tornou inquietamente…

Como o mercado leva a uma exploração racional dos recursos naturais

por Robert P. Murphy    É comum ouvir a afirmação de que investidores são míopes, imediatistas e propensos a só tomarem decisões baseadas em um horizonte temporal muito curto.  Daí as frequentes alegações de que há determinados investimentos altamente demandados pelo povo (os tais “investimentos de interesse público”), mas que, por serem de longo prazo,…

Consumismo é keynesianismo

por Steven Horwitz Uma das falácias econômicas mais perniciosas e difundidas é a crença de que o consumo é a chave para uma economia sadia. Ouvimos essa ideia toda hora na imprensa popular e nas conversas casuais, especialmente em tempos de recessão econômica. As pessoas dizem coisas como: “Bem, se todos começarem a comprar novamente,…

Eu sou um genuíno libertário

Por Laurence Vance e Walter Block Eu sou um libertário. Não sou afiliado a nenhum partido político. Não sou progressista nem conservador. Não sou de esquerda nem de direita. Não sou moderado nem radical. Não sou um fusionista. Não estou aberto a concessões. Sou um libertário puro e inflexível. Para mim, há apenas uma única…

Contrabandistas são heróis

Por Walter E. Williams Contrabandistas são um tipo particular de heróis. A essência do que um contrabandista oferece é: “Tiranos de governo querem evitar ou interferir em trocas voluntárias entre indivíduos pacíficos. Eu posso reduzir o impacto dessa interferência.” Vamos olhar para o contrabando, levando em conta que nem tudo que é ilícito é imoral…