Política industrial, campeãs nacionais e a Lava-Jato: não há política de favorecimento sem corrupção

Um estudo empírico confirma a teoria A política industrial iniciada no segundo mandato de Lula e intensificada no primeiro mandato de Dilma apresentava um mecanismo hoje já bem conhecido: o Tesouro se endividou emitindo títulos que pagam a SELIC e repassou esse dinheiro para o BNDES, o qual então emprestou esse dinheiro a grandes empresas…

Uma teoria simples sobre a corrupção

Por Hans F. Sennholz Por que há essa percepção generalizada de que políticos são corruptos?  Qual exatamente é o arranjo que gera incentivos para que eles sejam corruptos?  Existe realmente uma maneira de ser diferente? O intuito aqui é estabelecer uma teoria muito simples sobre a corrupção. O poder do estado — e, por conseguinte, o…