Nem de esquerda, nem de direita

Por Leonard Read [Nota do Editor: O artigo abaixo foi escrito em 1956.] “Mas vocês não são de esquerda, nem de direita!” Essa observação, feita após um discurso meu, foi apropriada e rara. Rara porque quase nunca ouço tal observação; e apropriada por demonstrar um entendimento correto. A maioria de nós parece estar sempre tentando…

Como os socialistas deturpam a linguagem para conquistar corações, mentes e, é claro, o poder

Por Ludwig Von Mises Nota do Editor O grande Theodore Dalrymple certa vez disse o seguinte: Em meus estudos sobre as sociedades comunistas, cheguei à conclusão de que o propósito das propagandas feitas pelo regime não era persuadir ou convencer os cidadãos, nem tampouco informar; o propósito era humilhar.  Consequentemente, quanto menos a propaganda correspondesse…

Quanto mais o capitalismo se difunde, menores são as chances de um colapso social

Por Gary North A característica proeminente de um colapso social é sempre a mesma: uma profunda contração na divisão do trabalho.  Onde não há contração da divisão do trabalho, não há colapso. Já a característica proeminente do progresso social é exatamente oposta: um aumento na divisão do trabalho. A Venezuela está vivenciando um colapso social. …

O colapso da Venezuela não irá acabar com o poder sedutor do socialismo – e há explicações para isso

Por Marian Tupy Três anos atrás, um famoso esquerdista americano, David Sirota, escreveu um ensaio para a revista Salon intitulado “O milagre econômico de Hugo Chávez“.  Eis um trecho: Chávez se tornou o bicho-papão da política americana porque sua defesa aberta e inflexível do socialismo e do redistributivismo não apenas representa uma crítica fundamental à…

Progressistas, reacionários, histeria e a longa marcha gramsciana

Por Murray N. Rothbard Por que a esquerda sempre faz uma oposição histérica a toda e qualquer ínfima medida ou iniciativa que seja por ela tida como “antiprogressista” ou, pior ainda, “reacionária” e contrária ao seu “projeto de poder”? Seja no quesito dos “direitos” dos homossexuais (“direitos”, no linguajar esquerdista, nada mais são do que…

Boas intenções não são o suficiente para ajudar os pobres

Por Steve Patterson Os esquerdistas são mestre da indignação. Eles veem injustiça em toda parte – política, economia, vida profissional, sociedade – onde quer que humanos estejam interagindo uns com os outros. Independentemente do contexto, a solução que propõem é sempre a mesma: mais regulamentação governamental. Os esquerdistas também amam usar a linguagem dos ‘direitos’:…

Sobre “1984” e a esquerda pós-moderna

por Lacombi Lauss Em 1949 George Orwell publicou a famosa distopia “1984”, um romance que descreve uma engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo estado, onde tudo é feito coletivamente, e todos são doutrinados, vigiados e dominados pelo forte aparato coercitivo do partido dominante, tudo bem no esquema old-left de poder. O livro é…