Voluntarismo: Anarquia, liberdade e eficiência

por João Pedro Gomes Barbosa No século XVIII o direito tinha um enfoque individualista, racionalista e totalmente anárquico, no sentido de que rejeitava a proposta estatal pautada no absolutismo, que representava o poder monopolístico da criação das leis na figura do monarca. O maior filósofo representante dessa tradição é indiscutivelmente Kant, que desenvolveu um pensamento…

A Receitinha do Mal

  por Fernando Alves   “Até o pensamento criminoso de um bandido é maior e mais nobre do que todas as maravilhas do céu”. – Friedrich Hegel, filósofo alemão, ídolo de Karl Marx, sendo seu mestre de filosofia dos tempos de juventude. Hegel era um dos filósofos que Marx mais admirava, sendo citadas inúmeras vezes…

A teoria marxista da exploração não faz nenhum sentido

por Juan Ramón Rallo É sabido que Marx popularizou a ideia de que os capitalistas exploram os trabalhadores apropriando-se de uma parte de seu trabalho.  O argumento, quando despido de toda o seu linguajar pomposo, é relativamente simples: segundo Marx, as mercadorias produzidas pelos trabalhadores são vendidas por um valor que é igual ao tempo…